Offshore

Aker BP seleciona a Optime Subsea como provedora de sistemas de acesso

A petroleira norueguesa Aker BP escolheu a Optime Subsea como fornecedora de sistemas e serviços de acesso a poços na plataforma continental norueguesa (NCS) nos próximos dois anos, com opções de extensão.

O sistema de acesso a poços que faz parte do contrato de longo prazo é o “Sistema Submarino de Controles e Intervenção Submarina” da Optime Subsea (SCILS).

O CEO da Optime Subsea,  Jan-Fredrik Carlsen , disse: “Este é um marco para nós, e com a Aker BP nos escolhendo como seu parceiro, isso mostra à indústria o que nosso sistema é realmente capaz de oferecer.”

A Aker BP irá nos próximos dois anos usar o SCILS da Optime Subsea e serviços relacionados para suas operações de acesso ao poço no NCS. O sistema está sendo implantado nesta primavera no Jette da Aker BP como parte das operações de plug and abandono e Skogul para a sua campanha de instalação.

Mads Rodsjo , VP de Excelência Funcional da D & W na Aker BP, declarou: “O uso da SCILS da Optime Subsea se encaixa bem em nossa estratégia de melhoria contínua e otimização de nossas operações de acesso a poços. O SCILS oferece economia de custos e maior segurança na mobilização, operação e personalização dos nossos poços submarinos ”.

O valor do contrato é confidencial, mas de acordo com Jan-Fredrik Carlsen, é um catalisador para a empresa: “A Aker BP e outras operadoras similares são muitas vezes o motor para a introdução de tecnologia nova e mais otimizada em nossa indústria. Portanto, sem divulgar um valor em dólares, o valor é substancial para a Optime Subsea. Eu diria que é um marco para todas as operações de acesso a poços em toda a indústria ”.

A Optime Subsea pela primeira vez anunciou o SCILS como um sistema para ajudar a otimizar o futuro das operações de acesso a poços na conferência norueguesa de petróleo e gás, Subsea Valley, em 2017.

Na mesma conferência do ano seguinte, a SCILS foi revelada como uma solução. Em 2019, o SCILS estará em operação.

Jan-Fredrik Carlsen disse: “As vantagens encontradas neste sistema são a modularidade e a padronização. Portanto, já começamos a construir SCILS similares, que estão prontas neste verão. Acreditamos que esses sistemas oferecerão suporte a operadoras globais semelhantes à Aker BP, além de contribuir para melhorar nossa colaboração com os provedores de serviços de sistemas internacionais maiores ”.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 12 =

Subir