Amazon anuncia construção de seu primeiro parque eólico no Brasil

A Amazon reforça seu compromisso com a sustentabilidade ao inaugurar um parque eólico inovador no Brasil, parte de sua estratégia global para alcançar emissões líquidas zero até 2040 e operar 100% com energia renovável até 2025.

A gigante do comércio eletrônico Amazon anunciou recentemente a construção de seu primeiro parque eólico em território brasileiro. Localizado no renomado Complexo Eólico Seridó, esse empreendimento representa a segunda iniciativa da empresa no Brasil no setor de energias renováveis, sucedendo a inauguração de um parque solar de 122 MW no ano anterior.

Amazon anuncia construção de seu primeiro parque eólico no Brasil
Foto-Freepik

O novo parque eólico, com capacidade de produzir 49,5 megawatts (MW), é projetado para gerar cerca de 255 gigawatts-hora (GWh) de energia limpa anualmente. Esse avanço destaca-se como um marco significativo na trajetória da Amazon para cumprir o “Climate Pledge”, compromisso da empresa em alcançar emissões líquidas zero em todas as suas operações globais até 2040.

Cleber Morais, Diretor Regional da Amazon Web Services (AWS) para a América Latina e Caribe, enfatizou o compromisso da organização em tornar suas operações no Brasil mais ecológicas. Ele destacou que esses projetos fornecerão energia renovável vital para os data centers e centros logísticos da AWS, além de impulsionar o crescimento econômico e a geração de empregos nas comunidades locais.

A implementação do parque eólico já gerou aproximadamente 1.000 empregos no país, com muitas dessas posições sendo preenchidas por moradores das comunidades locais do Rio Grande do Norte. Esse esforço de contratação local é uma parceria com a Elera Renováveis, a empresa por trás do Complexo Eólico Seridó.

O projeto não só se destaca por sua escala e capacidade de geração de energia, mas também pela adoção de tecnologias avançadas, como o uso de drones para a instalação de condutores em linhas de transmissão. As turbinas gigantescas do parque, com um diâmetro impressionante de 150 metros, são projetadas para prevenir a emissão de aproximadamente 148 mil toneladas métricas de CO2.

Além de contribuir para o meio ambiente, o projeto também inclui programas de formação profissional, capacitando residentes locais a participar ativamente na construção e manutenção do parque.

Este desenvolvimento é parte do esforço mais amplo da Amazon de operar exclusivamente com energia renovável até 2025, antecipando sua meta inicial para 2030. A empresa possui atualmente 479 projetos solares e eólicos ao redor do mundo, que, uma vez operacionais, são esperados para produzir mais de 71.000 GWh de energia limpa por ano.

Em suma, a iniciativa da Amazon no Brasil não apenas reforça seu compromisso ambiental, mas também estimula o crescimento econômico e a geração de empregos, tendo um impacto significativo a nível local e global.


Suzana Melo

Graduada em Jornalismo pela Faculdade do Rio de Janeiro, Suzana Melo é uma voz respeitada no universo do petróleo, energia e temas correlatos. Com uma abordagem perspicaz e informada, Suzana tem contribuído significativamente para o entendimento desses setores no Click Petróleo, trazendo análises aprofundadas e notícias atualizadas. Seu compromisso com a veracidade e clareza a estabeleceu como uma referência no jornalismo energético. Contato: [email protected].

google newa

+

Relacionadas