Ligue-se a nós

Click Petróleo – Notícias de Petróleo, Offshore e Óleo e Gás

CEO do Rio diz que indústria de mineração precisa se reinventar

Naval

CEO do Rio diz que indústria de mineração precisa se reinventar

A diversificada mineradora Rio Tinto pediu uma reinvenção da indústria de recursos para se encaixar em um mundo moderno.

Falando na Conferência Internacional de Mineração e Recursos (IMARC) em Melbourne, o CEO do Rio, Jean-Sebastian Jacques, disse na terça-feira que a visão da indústria de recursos tem que ser fundamentalmente diferente da de 50 anos atrás, em um mundo onde carros se dirigem mais rápido que os humanos, e onde haveria mais de 7,5 bilhões de pessoas no mundo.

“Precisamos nos reinventar. Já mencionei isso algumas vezes, mas isso é fundamental. Somos uma indústria antiga e não há dúvida de que mudamos e modernizamos, e merecemos crédito por isso. Mas nós não mudamos na mesma medida em que vimos outras indústrias se reinventarem ”, disse Jacques.

Ele observou que essa necessidade de reinvenção era particularmente importante em face das decisões das principais empresas globais de reciclar metais e minerais que entram em seus produtos.

“O que isso significa para o nosso setor? Isso pode significar que precisamos pioneirar novas maneiras de minerar ou pensar seriamente em nossos modelos de negócios em algum momento no futuro. Não há dúvida. Isso será difícil, e levará muito tempo e, como diz o ditado, precisaremos quebrar muitos ovos para fazer a omelete ”.

Jacques disse que o digital e os dados também seriam um “fator de mudança fundamental” para o setor de recursos, com tecnologias como inteligência artificial (IA) e a Internet das Coisas (IoT) forçando o setor a se tornar mais imaginativo.

“Em nossa opinião, o digital e os dados vão afetar todas as partes da cadeia de valor da indústria, desde a exploração até o marketing, e reformular a forma como trabalhamos”.

“O desafio para nós é como aplicar a IA e a IoT em um setor onde a introdução de novas tecnologias sempre significou grandes desembolsos de capital. E, claramente, não sairemos da cama amanhã e nos tornaremos a Microsoft ou outra empresa de software. Esse não é o ponto. O ponto é como nos movemos para a era digital de uma maneira que significa que mantemos uma vantagem competitiva.

“A chave para isso é começar pequeno, com tecnologia e pilotos digitais e ampliar, e também mais fundamentalmente, adotar um novo espírito de parceria”.(Fonte).

Mais Naval

Curta nossa página

Anúncio

+ da semana

Recomendado



Para O Topo