Offshore

Colômbia e Shell assinam contratos de exploração e produção offshore

O governo colombiano anunciou na segunda-feira a assinatura de dois contratos de exploração e produção com a Shell em áreas offshore do Mar do Caribe, que exigirão investimentos iniciais de US $ 100 milhões.

A Colômbia modificou recentemente os termos contratuais para a exploração offshore e lançou um processo de alocação de área permanente para que as empresas possam se candidatar para explorar áreas de interesse, oferecendo 20 blocos como parte de uma estratégia para impulsionar o setor de petróleo.

“A assinatura desses contratos revalida a confiança dos investidores de petróleo na exploração de nossos recursos no Caribe”, disse o presidente da Agência Nacional de Hidrocarbonetos (ANH), Luis Miguel Morelli, em um comunicado.

O investimento pode ultrapassar US $ 650 milhões se a exploração continuar, disse ele.

A Shell irá explorar os blocos COL 3 e GUA OFF 3, que cobrem cerca de 880.000 hectares.

Seus investimentos somam quase US $ 400 milhões anunciados recentemente pela Petrobras no bloco Tayrona, na Colômbia, e pela empresa estatal de petróleo Ecopetrol, no bloco COL-5.

A Colômbia tem reservas comprovadas de 1,78 bilhão de barris de petróleo, o equivalente a 5,7 anos de consumo, segundo o Ministério de Minas e Energia.

O governo quer aumentar suas reservas de hidrocarbonetos para garantir sua auto-suficiência. (Reportagem de Luis Jaime Acosta) por Helen Murphy; Edição de David Gregorio)

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 10 =

Subir