COOEC conclui construção de módulos para FPSO brasileiro do pré-sal

Empreiteira chinesa COOEC finaliza construção dos módulos para FPSO brasileiro, avançando o projeto para fase de integração na Coreia do Sul.

A Offshore Oil Engineering Company (COOEC), empreiteira chinesa, concluiu os trabalhos de engenharia, aquisição e construção de todos os módulos destinados ao navio flutuante de produção, armazenamento e descarga (FPSO) para o campo de pré-sal da Petrobras, localizado em Búzios, na costa brasileira.

Operando como subcontratada dentro de um consórcio liderado pela italiana Saipem e pela sul-coreana Hanwha Ocean (anteriormente Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering) para o FPSO P-79, a COOEC desempenhou um papel crucial na realização desse projeto de grande envergadura.

COOEC conclui construção de módulos para FPSO brasileiro do pré-sal
Foto: Reprodução

Com a finalização do último dos 13 módulos no dia 20 de maio, o projeto avança para a próxima fase. Os módulos, totalizando 30 mil toneladas, serão enviados à Coreia do Sul para integração e comissionamento.

Essa etapa marca um marco significativo no progresso do projeto, que visa expandir a capacidade de produção de petróleo no campo de pré-sal brasileiro, contribuindo assim para o setor de energia do país. A colaboração entre empresas de diferentes nacionalidades demonstra a natureza global e complexa da indústria de petróleo e gás, onde especialistas de todo o mundo se unem para enfrentar desafios e alcançar metas comuns.


Joice Batista

Especialista em direitos trabalhistas, Joice Batista dedica-se ao estudo da relação entre bem-estar social e legislação trabalhista. Sua pesquisa influencia políticas públicas voltadas para a melhoria das condições de trabalho e a sustentabilidade econômica

google newa

+

Relacionadas