Decisão da OPEP+ e dados dos EUA atingem o mercado de petróleo

Os preços do petróleo caíram para US$ 90 por barril na manhã de quarta-feira. Isso ocorreu após a decisão da Opep+ de ontem, que provavelmente contribuiu para uma redução de 4% em uma única sessão. Além disso, o preço do petróleo pode ser afetado pelos dados do EIA sobre estoques de petróleo e demanda de combustível.

Os países da OPEP+ decidiram aumentar a oferta de petróleo em 100.000 barris por dia em setembro. Ao mesmo tempo, eles deixaram claro que este era provavelmente o fim do aumento da produção.

Como um cartel, os países membros da OPEP+ concordam coletivamente sobre quanto petróleo produzir, o que impacta diretamente no fornecimento pronto de petróleo bruto no mercado global a qualquer momento. A OPEP+ posteriormente exerce uma influência considerável sobre o preço do petróleo no mercado global e, compreensivelmente, tende a mantê-lo relativamente alto para maximizar a lucratividade.

A OPEP+ controla mais de 50% do suprimento global de petróleo e cerca de 90% das reservas comprovadas de petróleo.

Os americanos estão dirigindo menos do que durante o bloqueio

A OPEP+ sinalizou que a capacidade já é limitada, e o grupo dos maiores produtores de petróleo do mundo, mesmo que quisesse, não poderia aumentar a produção indefinidamente. Assim, o plano do presidente dos EUA, Joe Biden, de visitar a Arábia Saudita mais cedo e pedir um aumento significativo na oferta falhou.

No entanto, o que a Opep+ não fará, os EUA farão. Os dados da EIA mostram que os estoques de petróleo bruto dos EUA subiram inesperadamente até 4,5 milhões de barris na semana passada, enquanto o mercado esperava um declínio de 629.000 barris. Portanto, a leitura poderia ter causado uma grande surpresa. Além disso, o relatório da EIA mostra que os americanos estão dirigindo seus carros nesta temporada menos do que nos verões anteriores, especialmente em comparação a 2020, quando as restrições do Covid ainda estavam em vigor. Se o tráfego de carros for menor em um país aberto do que em um em confinamento, isso pode mostrar que os consumidores dos EUA realmente sentem fortemente os aumentos dos preços dos combustíveis em suas carteiras.

Chance de queda do preço do combustível em postos de gasolina

Como resultado, um ligeiro aumento na oferta com uma queda notável na demanda pode levar a uma queda nos preços do petróleo. Também é possível que a demanda não se recupere em breve. Afinal, é provável que os americanos esperem mais aumentos nas taxas de juros, elevando as parcelas dos empréstimos e os juros da dívida do cartão de crédito.

Apertar o cinto dos americanos – talvez seja uma receita pronta para um maior esfriamento da economia dos EUA. A propósito, isso também pode levar a preços mais baixos de combustível em postos de gasolina nos EUA e no resto do mundo.


COMPARTILHAR