Empregos

Duas novas industrias de óleo contratam 200 trabalhadores

 

Indústrias da Coamo começam a operar no segundo semestre em Dourados (Foto: Divulgação)

 Indústrias da Coamo começam a operar no segundo semestre em Dourados (Foto: Divulgação)

Pelo menos 200 trabalhadores estão sendo contratados para atuar em duas indústrias da Coamo Agroindustrial Cooperativa, que entram em operação no segundo semestre deste ano em Dourados.

As indústrias de processamento de soja e refino de óleo de soja estão sendo construídas na margem da BR-163, no trecho entre Dourados e Caarapó. Maior cooperativa agrícola da América Latina e uma das 46 maiores empresas do país, a Coamo investe R$ 700 milhões na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Entre as vagas ofertadas estão de: engenheiro eletricista, eletricista industrial, técnico eletrotécnica, instrumentista, mecânico industrial, lubrificador, encarregados de setores de produção de óleo, refinaria de óleo, utilidades e laboratório industrial, assistente de Produção de óleo, operadores de preparação, extração, moagem, peletização e envase de óleo, operadores de estação de tratamento de água e de efluentes, operadores de caldeira, picador de lenha e moto lenha, laboratorialista industrial, auxiliar de recursos humanos e vigilante.

Entre os benefícios oferecidos pela empresa estão plano de saúde, plano odontológico, vale alimentação, restaurante, convênio em farmácia e convênio com instituições de ensino.

Candidatura

Interessados podem enviar currículo para o e-mail: [email protected], acessar o site www.coamo.com.br na aba “Trabalhe Conosco” ou pessoalmente no escritório das obras das novas indústrias na BR-163, rodovia Dourados-Caarapó.

RELACIONADO: Confira tudo que está acontecendo na retomada das obras do Comperj

Operação – O funcionamento das novas indústrias está previsto para o segundo semestre deste ano. Mas o empreendimento já impulsiona a economia de Dourados e região. Atualmente, 1.300 colaboradores temporários trabalham na construção das novas indústrias.

“É grande a expectativa de todos com a construção dessas novas indústrias que irão ampliar a participação da Coamo no mercado, oferecer centenas de empregos e colaborar para o desenvolvimento de Dourados e região”, avalia o engenheiro Emerson Abrahão Mansano, gerente da Coamo em Dourados.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Gerdau: Obra no alto forno I vai gerar mais de 1,5 mil empregos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =

Subir