GEB continua sua expansão no Brasil: novas transmissões de energia

As concessões totalizam 2.416 quilômetros de linhas de transmissão de energia 500 e 230 quilovolt na Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte, além das 1.743 que a Argo já opera, subsidiária que o GEB tem ações iguais naquele país com a Redeia, como é chamada hoje a Red Eléctrica de España.

Juan Ricardo Ortega, presidente do GEB, afirmou que esse investimento contribui para o alcance das metas do Plano Estratégico Corporativo e para consolidar a empresa nos primeiros lugares do setor na região.

Bogotá, 1 de agosto de 2022. O Grupo Energía Bogotá (GEB) deu um novo e importante passo em seu processo de expansão na América Latina: direta e por meio de suas subsidiárias, a brasileira Argo Energia Empreendimentos e Participações S.A. (Argo) e a Gebbras Participações Ltda (Gebbras) concordaram em adquirir 100% das ações ordinárias de cinco concessões de transmissão de energia elétrica no nordeste da “gigante sul-americana”.

São elas as concessões Esperanza Transmissora de Energia S.A. Odoyá Transmissora de Energia S.A, Transmissora José Maria de Macedo de Eletricidade SA, Giovanni Sanguinetti Transmissora de Energia S.A. e Veredas Transmissora de Energia SA, que estão nos estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte. Entraram em operação comercial entre 2017 e 2021; somam 2.416 quilômetros de linhas de transmissão de 500 quilovolts (kV) e 230 kV e 20 subestações.

A aquisição desses ativos, por cerca de 834 milhões de dólares, permitirá que a Argo dobre seu tamanho, que já possui 1.743 km de linhas de transmissão de 500 kV e 230 kV e 13 subestações totalmente operacionais nos estados do Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Rondônia, em uma concessão de 30 anos, e se posiciona como uma das principais transmissoras privadas do mercado na região Nordeste do Brasil, uma das áreas com maior potencial para energia renovável e desenvolvimento de redes precisa de transmissão no Brasil.

As cinco empresas serão adquiridas 62,5% pela Argo e o restante diretamente pela GEB por meio de seu veículo de investimento Gebbras. A Argo terá uma capitalização pari-passu (50%-50%) de seus sócios GEB e Red Eléctrica Brasil Holding LTDA (REB), uma subsidiária da empresa espanhola Redeia (antiga Red Eléctrica Group) para fazer esse investimento.

O fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de determinadas condições precedentes e aprovação por parte das autoridades reguladoras no Brasil, incluindo a Agência Nacional de Energia Elétrica ( Aneel) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica ( CADE).

Juan Ricardo Ortega, presidente da GEB, destacou que com esse investimento a empresa continua a cumprir as metas do Plano Estratégico Corporativo em um dos mercados mais atrativos para o setor de transmissão de energia elétrica, como o Brasil, e que possui mais de 162 mil quilômetros de linhas de transmissão e um grande potencial em energias renováveis.

Ele acrescentou que essa nova aquisição continua a consolidar a GEB como um player relevante na cadeia energética latino-americana, onde além da Colômbia e do Brasil, tem operações no Peru e na Guatemala.

“É um passo importante não só para a empresa, mas também para a Colômbia, onde temos que pensar na energia como nosso setor com maior projeção internacional; podemos ser o pilar da interconexão latino-americana e o motor da eletrificação das Américas”, ressaltou Ortega.

No Brasil, a Argo foi adquirida em partes iguais pela GEB e Redeia. Com a Gebbras, possui 1.094 quilômetros de redes de transmissão e 15 subestações em operação.

O Grupo Energía Bogotá manterá o mercado informado sobre o progresso no fechamento da transação.  

Sobre o Grupo Energía Bogotá

Com mais de 125 anos de história, o Grupo Energía Bogotá (GEB) é um dos principais grupos empresariais na transmissão e distribuição de eletricidade e no transporte e distribuição de gás natural na Colômbia, Peru, Brasil e Guatemala. Na Colômbia, com a Transmissão desenvolve projetos de energia elétrica. Com o TGI, é o número um no transporte de gás natural com mais de 4.000 quilômetros de gasodutos. No Peru é o número um na distribuição de gás natural com suas empresas Cálidda e Contugas e tem presença na distribuição de energia com a Electro Dunas. No Brasil tem presença com Gebbras e Argo e na Guatemala é número um em transmissão de energia elétrica com Trecsa e Eebis.


COMPARTILHAR