Idosos do BPC são autorizados a sacar bônus de R$ 706 do Auxílio-Inclusão

Idosos com 65 anos têm direito a receber um extra de R$ 706 como parte do programa de integração ao mercado de trabalho. Saiba mais!

Em um esforço para promover a inclusão social e a autonomia financeira de pessoas idosas com deficiência, o Governo Federal lançou o Auxílio-Inclusão. O benefício, de R$ 706 mensais, destina-se a idosos com 65 anos ou mais que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e ingressam ou retornam ao mercado de trabalho formal.

O Auxílio-Inclusão representa um importante passo para garantir que pessoas idosas com deficiência tenham acesso a oportunidades de trabalho e possam contribuir para a sociedade de forma plena. Além do valor em dinheiro, o benefício também oferece suporte para que os beneficiários se adaptem ao novo ambiente de trabalho e se mantenham integrados à força de trabalho.

 Governo Federal concede Auxílio-Inclusão de R$ 706 para idosos com 65 anos
Foto: Reprodução

Como funciona o Auxílio-Inclusão?

Para ter direito ao Auxílio-Inclusão, os idosos com 65 anos ou mais devem atender a alguns critérios, como:

  • Estar recebendo o BPC;
  • Possuir deficiência de grau moderado ou grave;
  • Ter iniciado um trabalho formal com carteira assinada ou se tornado Microempreendedor Individual (MEI);
  • Ter renda familiar per capita igual ou inferior a um quarto do salário mínimo;
  • Manter o Cadastro Único (CadÚnico) atualizado.

O valor do Auxílio-Inclusão corresponde à metade do salário mínimo, atualmente R$ 706, e é pago por tempo indeterminado, desde que os critérios de elegibilidade sejam mantidos. Se o beneficiário tiver um aumento salarial que ultrapasse o limite estabelecido, o benefício será suspenso.

Como se cadastrar no Auxílio-Inclusão?

O processo de inscrição no Auxílio-Inclusão é simples e pode ser feito de diversas maneiras:

  • Pessoalmente: Em uma agência do INSS;
  • Por telefone: Ligando para o número 135;
  • Online: Através do portal Meu INSS;
  • Aplicativo Meu INSS: Disponível para download em smartphones e tablets.

Para se cadastrar, o idoso precisará apresentar alguns documentos, como carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e laudo médico que ateste a deficiência.


Joice Batista

Especialista em direitos trabalhistas, Joice Batista dedica-se ao estudo da relação entre bem-estar social e legislação trabalhista. Sua pesquisa influencia políticas públicas voltadas para a melhoria das condições de trabalho e a sustentabilidade econômica

google newa

+

Relacionadas