Os EUA precisam de mais gasodutos naturais para evitar cortes de energia

A indústria de gás natural dos EUA alerta para a necessidade urgente de mais gasodutos para evitar cortes de energia, conforme destacado em relatórios recentes da FERC, NERC e declarações de executivos do setor.

Riscos de Apagões Aumentam com a Deficiência na Infraestrutura de Gasodutos

Os Estados Unidos enfrentam um desafio crescente em sua infraestrutura energética, com a necessidade iminente de expansão dos gasodutos naturais para prevenir interrupções no fornecimento de energia. Um grupo representativo do setor de gás natural emitiu um alerta sobre a carência de gasodutos, um problema que também foi enfatizado pelo CEO da EQT, o principal produtor de gás do país.

Esta preocupação segue os achados de um estudo realizado pela Comissão Federal de Regulação de Energia (FERC) e pela Corporação de Confiabilidade Elétrica Norte-Americana (NERC). O relatório enfatizou a importância de ações legislativas para assegurar um fornecimento estável de gás natural para as usinas de energia.

Este alerta foi particularmente reforçado após os impactos devastadores da tempestade Elliott no inverno anterior, que afetou severamente várias regiões dos Estados Unidos. De acordo com a Associação Interestadual de Gás Natural da América, as empresas de gás utilizaram todas as medidas disponíveis, incluindo retiradas de armazenamento, para maximizar o fornecimento de gás natural durante a crise.

No entanto, a produção reduzida de gás resultou em fluxos menores, enquanto a demanda disparou durante a tempestade. Isso criou uma disparidade entre oferta e demanda, diminuindo a pressão nos gasodutos e colocando em risco a estabilidade da rede.


Suzana Melo

Graduada em Jornalismo pela Faculdade do Rio de Janeiro, Suzana Melo é uma voz respeitada no universo do petróleo, energia e temas correlatos. Com uma abordagem perspicaz e informada, Suzana tem contribuído significativamente para o entendimento desses setores no Click Petróleo, trazendo análises aprofundadas e notícias atualizadas. Seu compromisso com a veracidade e clareza a estabeleceu como uma referência no jornalismo energético. Contato: [email protected].

google newa

+

Relacionadas