Petrobras Busca Revisão de Acordo de Venda de Refinarias com Regulador Brasileiro

A iniciativa visa adaptar-se ao novo plano estratégico da empresa, focando em investimentos e eficiência no segmento de petróleo e gás natural.

A Petrobras, estatal líder no setor petrolífero brasileiro, fez uma proposta formal ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para revisar os acordos firmados em 2019, que determinavam a venda de parte significativa dos seus ativos de refino de petróleo e gás natural. A empresa manifestou essa intenção na última terça-feira.

Petrobras Busca Revisão de Acordo de Venda de Refinarias com Regulador Brasileiro
Foto- Freepik

Esses acordos foram parte de um esforço maior, iniciado sob a administração do ex-presidente Jair Bolsonaro, para diminuir a dominância da Petrobras no mercado brasileiro de petróleo e gás, incentivando a entrada de novos investidores no setor.

Conforme estabelecido nos acordos, a Petrobras deveria desfazer-se de todas as suas refinarias fora dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, incluindo os ativos relacionados à distribuição e transporte de gás natural, dentro de um prazo determinado.

Recentemente, a Petrobras submeteu um pedido ao Cade, argumentando que seu recém-divulgado plano estratégico inclui investimentos substanciais nos referidos ativos. A estratégia da empresa, conforme relatado, é operar de maneira competitiva e segura, otimizando o valor obtido através de melhorias em suas instalações industriais e na cadeia de suprimentos e logística. A autossuficiência no segmento de derivados de petróleo também é um dos objetivos visados.

O órgão regulador, até o momento, não fez comentários públicos sobre as solicitações em análise.


Suzana Melo

Graduada em Jornalismo pela Faculdade do Rio de Janeiro, Suzana Melo é uma voz respeitada no universo do petróleo, energia e temas correlatos. Com uma abordagem perspicaz e informada, Suzana tem contribuído significativamente para o entendimento desses setores no Click Petróleo, trazendo análises aprofundadas e notícias atualizadas. Seu compromisso com a veracidade e clareza a estabeleceu como uma referência no jornalismo energético. Contato: [email protected].

google newa

+

Relacionadas