Prazo de declaração do imposto de renda é adiado para moradores do Rio Grande do Sul afetados por chuvas

Calendário de pagamentos da restituição em 2024

Prestes a ser encerrado pela Receita Federal, o prazo para declaração do Imposto de Renda em 2024 será ampliado para um grupo específico de brasileiros. Para esses, o envio da documentação poderá ser realizado até o dia 31 de agosto, liberando assim um prazo extra de três meses para esse grupo.

Prazo Ampliado para População Atingida pelas Chuvas no Rio Grande do Sul

Prazo de declaração do imposto de renda é adiado para moradores do Rio Grande do Sul afetados por chuvas
Prazo de declaração do imposto de renda é adiado para moradores do Rio Grande do Sul afetados por chuvas

A medida estará restrita aos contribuintes que moram em cidades do Rio Grande do Sul e que foram afetados pelas fortes chuvas que atingiram a região nas últimas semanas. Para eles, o prazo que seria encerrado no dia 31 deste mês foi prorrogado para agosto.

Prioridade na Restituição do Imposto de Renda

A mudança faz parte de uma série de iniciativas do Governo Federal para atender a população da região. Além do aumento no prazo do envio, os contribuintes também poderão contar com outro benefício. Uma medida recente do Governo Lula incluiu os cidadãos do estado na lista de grupos prioritários para receber a restituição do Imposto de Renda.

Calendário de Pagamentos da Restituição do Imposto de Renda em 2024

Para quem já realizou o envio e tem dinheiro para receber do Fisco, o pagamento deverá ser realizado já nas primeiras datas de liberação. Confira nesta matéria o calendário completo de pagamentos da restituição do Imposto de Renda em 2024.

Entendendo as Modificações na Declaração do IR 2024

  • Faixas de contribuição foram modificadas neste ano;
  • Trabalhadores que recebem até dois salários mínimos se tornaram isentos do pagamento;
  • O desconto necessário desse grupo está sendo realizado diretamente na folha de pagamento;
  • De acordo com a especialista do FDR, Laura Alvarenga, eles não precisam pagar valores extras;
  • Medidas estão sendo realizadas pelo Governo Federal, prevendo isenção para quem recebe até R$ 5 mil mensais até 2026.

André Júnior

Especialista em economia popular, André Júnior analisa o impacto das políticas econômicas sobre as classes trabalhadoras. Ele é conhecido por seus trabalhos que defendem a ampliação de benefícios sociais como ferramenta de combate à desigualdade

google newa

+

Relacionadas