PRIO iniciou a produção de outro poço no norte da Bacia de Campos

PetroRio (PRIO) é uma empresa privada e totalmente focada na Exploração e Produção (E&P) de petróleo e gás natural no Brasil.  A empresa se concentra na gestão de reservas e no aprimoramento de campos de produção maduros localizados em terra (“onshore”) e no mar (“offshore”).

As atividades da empresa incluem também a descoberta de campos de petróleo através de estudos sísmicos e geológicos, avaliação de descobertas, desenvolvimento de projetos e implementação da infraestrutura necessária e comercialização de produtos.

A empresa brasileira de petróleo e gás, anteriormente conhecida como PetroRio, iniciou a produção de outro poço localizado em um campo no norte da Bacia de Campos, na costa do Brasil.

Como parte dos planos da PRIO de criar um cluster de produção por meio do tieback entre os   campos de Wahoo  e  Frade , um plano de desenvolvimento  foi apresentado à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em dezembro de 2021.

Vários meses depois, em abril de 2022, a empresa confirmou o recebimento da  licença de operação , emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ​​(Ibama), para a perfuração de novos poços no campo de Frade.

A sonda semi-submersível  Norbe VI  da Ocyan , que a PRIO contratou no ano passado  para a campanha de revitalização do campo de Frade e o desenvolvimento do campo de Wahoo, mobilizou-se em abril para começar a trabalhar nesta missão de perfuração.

Após a perfuração do primeiro poço, a PRIO revelou em julho de 2022 que havia iniciado a produção do poço ODP4 no campo de Frade, como parte da campanha de revitalização do campo.

Em atualização desta segunda-feira, a PRIO informou sobre o início da produção do segundo poço do plano de revitalização do Frade – poço 7-FR-55H-RJS (MUP3A) – com produção inicial média de aproximadamente 3.500 barris de óleo por dia ao longo do primeiro semana. Isso elevou a produção atual do player brasileiro para 52 mil barris por dia.

Segundo a empresa, o poço MUP3A foi executado em 40 dias, com custo aproximado de US$ 22 milhões e utilizou a estrutura submarina e parte do poço MUP3, que não está produzindo. Além disso, a empresa brasileira explicou que a sonda Norbe VI já iniciou a perfuração do primeiro poço injetor do campo.

Além disso, a empresa elaborou que fornecerá atualizações sobre novos desenvolvimentos na execução do plano de revitalização do campo de Frade, que é um desenvolvimento submarino com poços vinculados a uma embarcação flutuante de produção, armazenamento e descarga (FPSO).

Após acordos com a Petrobras e  a Chevron  em janeiro de 2021 e março de 2019, respectivamente, a PRIO detém 100% de participação neste campo.

O player brasileiro está trabalhando ativamente na expansão de seu portfólio e, para isso, a empresa assinou recentemente um Contrato de Compra e Venda  da  concessão de Albacora Leste  com a Petrobras para expandir sua presença no Brasil. Este negócio está avaliado em até  US$ 2,2 bilhões .


COMPARTILHAR