Quanto ganha quem trabalha offshore? Salários e benefícios detalhados

Guia completo com média salarial, benefícios e tudo que você precisa saber para trabalhar em plataformas offshore.

O trabalho em plataformas offshore se tornou uma opção atrativa para muitos profissionais que buscam salários altos e benefícios diferenciados. Mas quanto ganha um profissional que trabalha offshore? Quais são os benefícios oferecidos pelas empresas? Neste artigo, vamos abordar todas essas dúvidas e te mostrar um guia completo sobre o salário offshore.

Salário Médio Offshore:

Quanto ganha quem trabalha offshore? Salários e benefícios detalhados
Quanto ganha quem trabalha offshore? Salários e benefícios detalhados

É importante ressaltar que o salário offshore varia de acordo com diversos fatores, como:

  • Cargo: Cada cargo possui uma faixa salarial específica. Por exemplo, um engenheiro offshore pode receber um salário significativamente maior do que um técnico.
  • Experiência: Profissionais com mais experiência geralmente recebem salários mais altos.
  • Empresa: Diferentes empresas oferecem faixas salariais distintas para cargos similares.
  • Localização: O local de trabalho também pode influenciar no salário, com plataformas em áreas remotas tendendo a oferecer remunerações mais altas.
  • Nível de Escolaridade: Cargos que exigem ensino superior geralmente possuem salários mais altos.

Apesar da variabilidade, podemos ter uma ideia geral da média salarial offshore no Brasil:

  • Grumete: R$1.000 a R$3.800
  • Pintor: R$1.800 a R$4.400
  • Técnico: R$3.000 a R$6.000
  • Engenheiro: R$10.000 a R$20.000

Benefícios Offshore:

Além do salário, os profissionais que trabalham offshore geralmente recebem diversos benefícios, como:

  • Plano de saúde: A maioria das empresas oferece plano de saúde para o trabalhador e sua família.
  • Plano odontológico: Plano odontológico também é um benefício comum.
  • Vale-refeição e vale-alimentação: Vale-refeição e vale-alimentação ajudam a reduzir os custos com alimentação.
  • Acomodação e alimentação: A empresa geralmente fornece acomodação e alimentação durante o período de trabalho na plataforma.
  • Previdência privada: A previdência privada garante um futuro mais tranquilo para o trabalhador.
  • Bônus: Algumas empresas oferecem bônus por desempenho ou metas atingidas.

Diferenças Salariais por Cargo e Área de Atuação:

Como mencionado anteriormente, o salário offshore varia de acordo com o cargo e a área de atuação. Cargos de liderança, como supervisor de conversão, podem chegar a salários de R$25.000 ou mais. Já cargos de nível básico, como grumete, iniciam em torno de R$1.000.

Portas de Vidro: Ferramenta para Pesquisar Salários Offshore:

O site Glassdoor é uma ferramenta útil para pesquisar salários offshore. Nele, você pode encontrar informações sobre a remuneração média para diferentes cargos e empresas, além de ler avaliações de trabalhadores offshore.

Pagamento de Gratificações e Horas Extras:

O pagamento de horas extras em plataformas offshore é menos comum do que em terra, devido à natureza do trabalho. Já as gratificações podem variar de acordo com a empresa e o cargo.


André Júnior

Especialista em economia popular, André Júnior analisa o impacto das políticas econômicas sobre as classes trabalhadoras. Ele é conhecido por seus trabalhos que defendem a ampliação de benefícios sociais como ferramenta de combate à desigualdade

google newa

+

Relacionadas