Ligue-se a nós

Click Petróleo – Notícias de Petróleo, Offshore e Óleo e Gás

Setor de papel e celulose deve aumentar 2,72% do faturamento

Offshore

Setor de papel e celulose deve aumentar 2,72% do faturamento

De acordo com a projeção do Sinpacems (Sindicato das Indústrias de Celulose e Papel), o faturamento do setor de papel e celulose de Mato Grosso do Sul deve fechar 2015 com um incremento de 2,72% em relação a 2014, passando de R$ 2,20 bilhões para R$ 2,26 bilhões.
A entidade projeta que para 2016 as indústrias do segmento devem manter a receita no mesmo patamar do registrado este ano, já que as novas linhas de produção tanto da Fibria quanto da Eldorado, em Três Lagoas (MS), devem entrar em operação somente em 2017.
“A produção das novas plantas, cuja a construção teve início neste ano, só iniciarão a produção a partir do último trimestre de 2017. Por isso, em 2016, devemos continuar nos mesmos patamares de 2015, cerca de 2,9 milhões de toneladas”, aponta o presidente do Sinpacems, Francisco Valério.
 
Importância do setor
Atualmente, o Brasil é o 4º produtor mundial de celulose e o 9º produtor de papel, sendo que a produção de celulose em Mato Grosso do Sul corresponde a aproximadamente 17% da produção nacional.
“Estamos passando por um momento conjuntural difícil no país e, nessa situação, as nossas expectativas precisam ser as melhores possíveis para fazer frente, exatamente, a um cenário de adversidade. O segmento enfrenta diversos desafios, como deficiência na área de logística, aumento de custos, elevada carga tributária e falta de trabalhadores capacitados. Por isso, temos que investir em inovação para aumentar a produtividade de modo a nos mantermos cada vez mais competitivos”, disse o presidente do Sinpacems.
Com 24 indústrias de celulose e papel instaladas e que juntas empregam 3.675 industriários, o segmento tem investimentos de R$ 15,7 bilhões previstos para Mato Grosso do Sul. Entre esses empreendimentos estão a instalação da segunda linha de produção da Fibria, com investimento de R$ 7,7 bilhões, e a ampliação da fábrica de celulose da Eldorado Brasil, com aplicação de R$ 8 bilhões, ambos em Três Lagoas (MS).

Continuar Lendo
Você também poderá gostar de...
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − quatro =

Mais Offshore

Curta nossa página

Anúncio

+ da semana

Recomendado



Para O Topo