Shell comissiona a Saipem para melhorar o sistema de AUV do Brasil

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on google
Google+

A Shell concedeu à Saipem uma licença para desenvolver tecnologia para o FlatFish, um veículo autônomo submarino residente projetado para realizar inspeções complexas de ativos submarinos.

Isso deve ser qualificado para aplicação comercial até 2020.

O FlatFish é um projeto brasileiro desenvolvido anteriormente por um período de quatro anos pelo SENAI CIMATEC em parceria com a DFKI, com financiamento do programa de P & D da ANP e da EMBRAPII.

RELACIONADO:  Shell e a BP apresentaram planos para realizar perfurações exploratórias nas áreas de pré-sal

A Saipem planeja adicionar recursos para inspeção de riser, coleta de dados de sensores submarinos, monitoramento sem contato de sistemas de proteção catódica e uma ‘garagem suspensa’ para lançamento / recuperação e recarga / reprogramação submarina do FlatFish de plataformas offshore.

Essas melhorias serão apoiadas pelo SENAI CIMATEC que, junto com a Saipem do Brasil, entraram no acordo de desenvolvimento com a Shell Brasil no mês passado.

Veja Também

Rolar para cima